REITORIA: Professor Edson Aires da Silva

 

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA: Professora Patricia Melhem Rosas

 

PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO: Professor Adailton Marcelo Lehrer

 

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, INICIAÇÃO À PESQUISA E EXTENSÃO: Professor Mateus Cassol Tagliani

 

PROCURADORA INSTITUCIONAL: Professora Elizania Caldas Faria

A história da Campo Real vem sendo construída há 18 anos, desde a implantação da Faculdade de Direito, em outubro de 2000. Ao longo desses anos, a qualidade dos serviços educacionais prestados, com os primeiros cursos, passando pela inclusão de novas graduações, permitiu a formação de milhares de profissionais de diversas áreas de atuação, que hoje ocupam lugares de destaque no mercado de trabalho.

 

Visando sempre o melhor do ensino superior e o compromisso sério com a sociedade, a Campo Real se destaca como referência no ensino superior, impactando diretamente no desenvolvimento de Guarapuava e região.

 

A instituição nasceu de um desejo de cidadãos em contribuírem para que o município se tornasse um Centro Universitário, que propiciasse aos estudantes de Guarapuava, de regiões vizinhas e de outras localidades brasileiras, uma formação educacional capaz de responder às exigências do mercado, visando, acima de tudo, o benefício da sociedade. Identificou-se na região a necessidade de ampliação das opções de ensino, que até então contava apenas com uma universidade estadual.

 

Naquele momento, os estudantes dirigiam-se até a capital do estado, cerca de 260 km distante, a fim de buscarem formação em cursos de graduação específicos, ficando dessa forma, restrito o acesso à maioria da população, pelo acréscimo de custos à formação superior.

 

Campo Real foi o nome dado aos campos de Guarapuava, quando por ordem de D. João VI, aqui chegaram os primeiros colonizadores. Este imperador foi o responsável pela criação da primeira escola de nível superior no país, assim, o nome é uma forma de recuperação da História de Guarapuava e da História do Ensino Superior no Brasil.

 

O símbolo escolhido, com a intenção de recuperar as características da região e do próprio nome da cidade é o Lobo Guará. A estrela solitária, como referência aos valores elevados nos remete à excelência em educação e ao espírito empreendedor e por isso faz parte da simbologia da Campo Real.

 

Após anos de muito trabalho, dedicação e conquistas, em 2018, a Campo Real atinge um novo marco, transformando-se em CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPO REAL.

 

O credenciamento em centro universitário foi obtido mediante solicitação ao Ministério da Educação, que após um criterioso processo de avaliação, comprovou mais uma vez a qualidade do ensino superior ofertado pela instituição.

 

Ser um centro universitário significa ter mais autonomia administrativa, com a possibilidade de abertura de novos cursos, foco ainda maior em atividades de extensão, beneficiando toda a comunidade, assim como cada vez maior incentivo à iniciação e à pesquisa.

 

A transformação em centro universitário confirma o lema “EXCELÊNCIA EM ENSINO SUPERIOR”, que sempre esteve em nosso horizonte e hoje é realidade reconhecida pelos nossos alunos, pela sociedade e também pelo Ministério da Educação.

 

Atualmente, o Centro Universitário Campo Real conta com 17 cursos de graduação. Todos com os melhores conceitos junto ao MEC, formando profissionais preparados para o mercado de trabalho e para o sucesso.

 

A Campo Real é a primeira instituição da região em conquistar o status acadêmico de centro universitário, consolidando Guarapuava com um polo educacional de excelência.

 

Formar pela excelência no Ensino, Iniciação à Pesquisa e Extensão profissionais com sólidos princípios éticos e valores humanos, com espírito inovador que atendam às demandas das comunidades locais e aos desafios globais.

Ser reconhecida como uma Instituição de Ensino Superior de referência regional e nacional pela/o:

 

– Qualidade e compromisso do corpo docente;

– Qualidade da oferta do ensino presencial;

– Bem-estar e satisfação da comunidade interna;

– Qualidade da gestão acadêmica e administrativa;

– Promoção e apoio às atividades de iniciação científica e de iniciação à pesquisa;

– Compromisso social de inclusão;

– Processos de cooperação e parceria com o mundo do trabalho;

– Compromisso e relacionamento permanente com os egressos, incentivando a educação continuada;

– Promoção da extensão aberta à participação da população, com vistas à difusão das conquistas e benefícios da criança cultural, da pesquisa científica e tecnológicas realizadas na Instituição;

– Desenvolvimento de políticas de educação ambiental;

– Respeito dos valores éticos, étnico raciais e promoção de condições de acesso para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida, promovendo a acessibilidade física e pedagógica;

– Educação para convivência baseada na tolerância, no respeito mútuo, na dignidade humana, na ética, na igualdade de direitos, na ausência de preconceitos, na educação de Direito Humanos.


  • Portaria Nº 718, de 27 de Julho de 2018.

Assine nossa Newsletter para receber novidades!